Bibliografia Brasileira de Música

Por: Felipe Rodrigues

Se encontra abaixo uma compilação dos livros feitos sobre música popular brasileira (MPB) entre os anos de 1960 e 2014. A produção sobre MPB é extensa e tem início no final do século 18. Não existem estudos que abordem toda a produção existente, mas existem estudos abrangentes como o Bibliografia Musical Brasileira (1820-1950) de Luiz Correia de Azevedo publicada em 1952. Por isso e por se tratar de um estudo muito longo decidi estudar a produção entre a década de 60 e 2014. As mudanças políticas ocorridas no país nesse período influenciaram a produção musical do mesmo, a censura imposta pelos militares principalmente aos artistas inibiu sua produção. Durante o período da ditadura militar brasileira os livros também sofreram censura, embora não tão forte quanto a sofrida por outros meios de comunicação, ela também esteve presente. Infelizmente não encontrei estudos que comprovem a influência dos militares na produção da bibliografia musical brasileira, porém, ao analisar a produção desse período tendo a acreditar que houve sim influência.

(mais…)

Leia Mais

Lydia Sambaquy

Por: Thalita Oliveira

Untitled

Este texto poderia começar de diversas formas, mas permitirei que as palavras de Nanci Oddone (2004a) o iniciem:

Lydia de Queiroz Sambaquy é um ícone da Biblioteconomia brasileira. Mais que qualquer outra das grandes personalidades que hoje fazem parte da história da área no Brasil – Manoel Bastos Tigre, Rubens Borba de Moraes, Alice Príncipe Barbosa, Laura Garcia Moreno Russo, Bernadette Sinay Neves, Adelpha Silva Rodrigues Figueiredo, para citar somente aqueles cujos nomes vêm mais rapidamente à memória e sem mencionar os que ainda estão em atividade – Lydia encarnou o ideal que a grande maioria dos bibliotecários formados naquele período almejava alcançar. Seu prestígio e sua autoridade tornaram-se emblemáticos e ainda hoje são reverenciados. Como profissional ela alcançou os postos mais altos de sua especialidade: foi presidente do IBBD durante onze anos, foi vice-presidente eleita da Federação Internacional de Documentação entre 1959 e 1962 e logo em seguida destacada como membro honorário desta mesma instituição.

(mais…)

Leia Mais